A+ / A-

"Agenda reduzida ao mínimo", garante Marcelo, mas com atenção a campanha "exaustiva"

11 set, 2019 - 21:24 • Lusa

Presidente da República considera que a pré-campanha tem tido "muitas entrevistas", "muitos debates" e "muito esclarecimento dos cidadãos".
A+ / A-

O Presidente da República afirmou esta quarta-feira que até às eleições legislativas de 6 de outubro manterá uma "agenda reduzida ao mínimo", mas acrescentou que está "atentíssimo" à campanha que, no seu entender, tem sido "exaustiva".

"Tem sido, como é que eu hei de dizer, uma pré-campanha e uma campanha em geral longa, exaustiva, com muitas entrevistas, com muitos debates, com muito esclarecimento dos cidadãos. E o Presidente da República também é cidadão, também tem o seu direito de voto, portanto, também ganha com o esclarecimento", declarou.

Marcelo Rebelo de Sousa, que falava aos jornalistas à saída do lançamento do livro "Uma campanha americana: Humberto Delgado e as Presidenciais de 1958", da jornalista da TVI Joana Reis, editado pela Tinta-da-China, no Museu da Presidência da República, em Lisboa, disse que está a acompanhar o período eleitoral "atentíssimo, como qualquer cidadão".

Quanto à sua atuação até ao dia das eleições legislativas, o chefe de Estado referiu que "para não haver sobreposições nem interferências, há de facto uma agenda reduzida ao mínimo".

"São compromissos internacionais - as Nações Unidas, entre dia 22 e dia 25 ou 26 -, uma ou outra cerimónia que já estava apalavrada, em termos militares, uma na Escola Naval e outra a ida às Operações Especiais, em Lamego, e penso que muito pouco mais", adiantou.


legislativas 2019 promosite
Últimaslegislativas 2019
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.