A+ / A-

Diogo Braga: "Mudanças no Sporting? Vêm na máxima força"

11 set, 2019 - 18:27

Admnistrador para o futebol do Boavista espera jogo difícil diante dos leões, na noite do próximo domingo.
A+ / A-

Os leões perderam em casa com o Rio Ave por 3-2, na última jornada, e nesta ronda jogam no Bessa diante do Boavista.

Apesar do resultado negativo da jornada anterior, Diogo Braga, administrador para o futebol dos axadrezados espera um Sporting na máxima força.

"Esperamos um Sporting forte. Esperamos sempre que todas as equipas venham na máxima força e o Sporting não vai fugir à regra", disse em declaraçôes a Bola Branca.

Após 4 jornadas, o Boavista ocupa o 4.º lugar da Liga a um ponto de Benfica e FC Porto e a dois do líder Famalicão. Diogo Braga coloca um travão na euforia e recorda quais são os objetivos da equipa axadrezada para a presente época.

"Ainda estamos no início. Uma vitória ou uma derrota podem mudar muita coisa e deixar a classificação um pouco confusa. Queremos ganhar o maior número de jogos possíveis O objetivo é fazermos melhor do que na época passada e ir recuperando o lugar que o Boavista foi conquistando ao longo da sua história. Não existe uma meta definida, de lugares europeus, por exemplo", referiu.

O dirigente do Boavista espera uma boa casa mas recorda que, na última época, os adeptos axadrezados aderiram mais aos jogos com as equipas de menor dimensão.

"No ano passado, as maiores assistências foram com clubes que vocês apelidam de "não grandes". Isso aconteceu nos últimos jogos da temporada. Com o Sporting de Braga estiveram perto de 20 mil pessoas (19.592) das quais 90% eram adeptos boavisteiros", concluiu.

O Boavista - Sporting joga-se no domingo às 20 horas. Será o jogo de encerramento da 5.ª jornada da Liga Portuguesa.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.