|
A+ / A-

Marcelo felicita realizador Tiago Guedes por distinção na Bienal de Veneza

07 set, 2019 - 21:42 • Redação

Cineasta foi distinguido pela realização da película "A Herdade". Marcelo classifica o filme como "épico intimista, entre o melodrama e o imaginário do western tardio, filme em diálogo com algum cinema clássico e moderno, nomeadamente o italiano".

A+ / A-

O Presidente da República felicitou o cineasta Tiago Guedes pela distinção alcançada na Bienal de Veneza. O realizador venceu o prémio de melhor realização atribuído pelo Júri da Crítica Independente do Festival de Veneza, com a sua longa-metragem “A Herdade”.

"Épico intimista, entre o melodrama e o imaginário do western tardio, filme em diálogo com algum cinema clássico e moderno, nomeadamente o italiano, 'A Herdade' é uma história do Portugal contemporâneo contada a partir das vicissitudes de uma família de proprietário rurais do sul do país", lê-se na nota publicada no site da Presidência da República.

Marcelo acrescenta ainda que se trata de "uma obra de espaços, de tensões de não-ditos, de personagens fracas e fortes, contraditórias, que mantém uma memorável sobreposição entre os traumas privados e as mudanças políticas, e que manifesta além do mais a diversidade do cinema português".

Na competição oficial do festival - o mais antigo da Europa - competia o filme português "A Herdade", de Tiago Guedes, protagonizado por Albano Jerónimo, e na secção competitiva Orizzonti foi exibida a nova curta-metragem de Leonor Teles, "Cães que ladram aos pássaros". A película não venceu o Leão de Ouro, mas o cineasta português foi agraciado pela crítica independente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.