Maduro declara alerta na fronteira com a Colômbia e ordena exercício militar

04 set, 2019 - 19:47 • Imagens: Reuters

Nicolás Maduro declarou, esta terça-feira, estado de alerta na fronteira com a Colômbia e ordenou exercícios militares nas regiões fronteiriças. O anúncio surgiu horas depois de a oposição venezuelana declarar uma colaboração com as autoridades da Colômbia para localizar eventuais grupos de guerrilha na Venezuela.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • João Lopes
    05 set, 2019 12:55
    A extrema esquerda comunista portuguesa - PCP e o Bloco de Esquerda - apoiam a ditadura comunista na Venezuela e o Presidente Maduro, ignorante e louco: destruiu um país rico e agora vive-se numa miséria extrema…