A+ / A-

Papa ficou preso no elevador durante 25 minutos, antes do Angelus

01 set, 2019 - 13:23 • Redação

Francisco chegou mais tarde para a celebração do Angelus, pediu desculpa e explicou aos fiéis porquê. "Graças a Deus, os bombeiros chegaram", disse o Papa.
A+ / A-

O Papa Francisco pediu desculpas aos fiéis por iniciar um pouco mais tarde as celebrações deste domingo, na Praça de S. Pedro, em Roma, e revelou que ficou preso no elevador.

"Tenho que pedir desculpa por chegar atrasado", disse o Papa, sorridente, no início do Angelus. Francisco explicou que ficou preso no elevador durante cerca de 25 minutos, devido a uma falha de energia.

O Papa pediu uma salva de palmas para os bombeiros, que o retiraram do elevador.

"Houve uma falha de energia e o elevador parou. Graças a Deus, os bombeiros chegaram e agradeço-lhes tanto. Após 25 minutos de trabalho, eles conseguiram que o elevador voltasse a funcionar", referiu o Papa.

Durante as celebrações desde domingo de manhã, Francisco anunciou que o arcebispo português D. José Tolentino Mendonça, bibliotecário e arquivista da Santa Sé, será feito cardeal.

A cerimónia está marcada para o dia 5 de outubro. O consistório para a criação de 13 novos cardeais (10 eleitores) está marcado para 5 de outubro, no Vaticano.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.