A+ / A-

​Daniel Ramos e o arranque de época do FC Porto: “Às vezes é preciso tropeçar"

28 ago, 2019 - 18:22 • Pedro Azevedo

Treinador que orientou Rio Ave, Chaves e Marítimo nas últimas três temporadas vê o FC Porto com um grande plantel e analisa início de época descolorido dos dragões até ao jogo da Luz
A+ / A-

Daniel Ramos considera injustas as críticas ao rendimento do FC Porto nos primeiros jogos da época. A equipa perdeu na primeira jornada do campeonato e logo de seguida falhou o acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões, mas precisava de tempo, como se comprovou na Luz.

“O FC Porto vem de um processo de remodelação e o fator crença é muito importante. Os novos jogadores que chegaram precisam de assimilar ideias e acreditar no processo. Às vezes é preciso tropeçar para se levantar e palmilhar palmo a palmo e pedra a pedra um caminho que se quer trilhar para conquistar à frente aquilo que queremos. O Porto deu uma resposta evidente em relação à sua valia”, analisa o treinador, em entrevista a Bola Branca.

O início com tropeções e críticas do FC Porto tem uma explicação para Daniel Ramos. “Era um erro julgar a equipa de não ser tão consistente porque é natural com tantas mudanças que alguns pormenores falhem e ainda não estejam bem assimilados. Mas com resultados como estes tudo se tornará mais fácil e o FC Porto irá demonstrar o grande plantel que tem”, antevê.

O mérito do FC Porto no clássico

O FC Porto derrotou o Benfica no clássico do passado sábado no estádio da Luz. Um triunfo indiscutível num jogo em que a equipa azul e branca foi superior.

“Há que dar mérito ao FC Porto porque levou a missão muito bem estudada. Explorou muito bem o que tinha para fazer em campo contrariando o ponto forte do Benfica, a ligação entre a defesa e a linha média. Houve mais mérito do Porto do que demérito do Benfica e aí Sérgio Conceição esteve muito bem a ler. O FC Porto retirou o que de bom o Benfica tem”, conclui Daniel Ramos.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.