A+ / A-

Legislativas 2019. ​Lista da Iniciativa Liberal recusada por excesso de mulheres

27 ago, 2019 - 18:06 • Redação

Partido vai substituir duas mulheres por dois homens, em Portalegre, para cumprir a lei das quotas, num caso insólito na política nacional.
A+ / A-

Veja também:


A lista do partido Iniciativa Liberal foi rejeitada pelo Tribunal de Portalegre, por excesso de mulheres entre os candidatos a deputados nas eleições de 6 de outubro.

“O Tribunal da Comarca de Portalegre exigiu que o partido Iniciativa Liberal substituísse algumas das mulheres da sua lista por homens de forma a cumprir a lei das quotas”, revelou esta terça-feira o partido, em comunicado.

A Iniciativa Liberal vai retirar duas candidatas da lista a Portalegre e inserir dois homens, para garantir que pode concorrer pelos 22 círculos nas suas primeiras eleições legislativas.

"Apesar de não concordarmos com a lei, iremos substituir duas mulheres na lista por dois homens. Não iremos deixar de dar aos eleitores de Portalegre a possibilidade de votar na Iniciativa Liberal apenas por discordarmos da lei", afirma Carlos Guimarães Pinto, líder do partido.

A Iniciativa Liberal vai estrear-se em legislativas nas eleições marcadas para 6 de outubro. O partido apresentou-se pela primeira vez a votos nas eleições europeias de maio.

Zita Seabra, que já passou por PCP e PSD, é a mandatária nacional da Iniciativa Liberal às eleições legislativas de 6 de outubro.


legislativas 2019 promosite
Últimaslegislativas 2019
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.