Tempo
|
A+ / A-

Venda da madeira do Pinhal de Leiria já rendeu 13,6 milhões de euros

20 ago, 2019 - 20:01 • Lusa

Das árvores queimadas, estão por cortar cerca de 1.800 hectares, de acordo com a Câmara da Marinha Grande.

A+ / A-

A venda de lenha do Pinhal de Leiria rendeu já 13,6 milhões de euros, segundo o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), citado pela presidente da Câmara da Marinha Grande.

Segundo comunicado da autarquia, a informação foi prestada pelo ICNF numa reunião do Observatório do Pinhal do Rei, coordenado pela presidente da Câmara, Cidália Ferreira, e diz respeito à venda de 3.800 hectares de material lenhoso ardido no incêndio de 2017, cuja venda rendeu 13,6 milhões de euros.

Das árvores queimadas, estão por cortar cerca de 1.800 hectares, acrescenta o município da Marinha Grande.

Relativamente à recuperação do pinhal, "são 1.089 os hectares em que já houve reflorestação do ICNF, da Câmara Municipal e da sociedade civil, através do voluntariado de associações, empresas e fundações".

As estradas que cruzam aquela zona verde, muitas delas encerradas desde os danos provocados pelo incêndio de 2017 e também pelo furacão Leslie, em 2018, estão a ser intervencionadas desde julho.

Segundo o ICNF, a intervenção vai criar 78 quilómetros lineares de faixas de segurança, "o que possibilitará a abertura em condições de segurança de algumas estradas", sublinha a nota da Câmara Municipal da Marinha Grande.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.