A+ / A-

António Costa avalia segunda-feira fim da crise energética

18 ago, 2019 - 21:19 • Lusa

Primeiro-ministro, que já saudou via Twitter a desconvocação da greve e fez "votos de sucesso para o diálogo",​ deverá​ convocar o Conselho de Ministros eletrónico para encerrar o período excecional que estava em vigor desde 10 de agosto.
A+ / A-

O primeiro-ministro visita na segunda-feira de manhã a Entidade Nacional para o Setor Energético (ENSE) para avaliar as condições para declarar o fim da crise energética e convocar o Conselho de Ministros para esse efeito, informou este domingo fonte oficial.

A visita de António Costa à ENSE está agendada para as 8h00 e, em seguida, o primeiro-ministro desloca-se, às 9h00, ao Comando Conjunto para as Operações Militares do Estado-Maior General das Forças Armadas, em Oeiras, seguindo depois para as instalações do Sistema de Segurança Interna (SIS).

O Conselho de Ministros declarou a 9 de agosto a situação de crise energética, para o período compreendido entre as 23h59 desse dia e as 23h59 de 21 de agosto, para todo o território nacional.

"Elevado civismo" durante a paralisação

O primeiro-ministro saudou este domingo a desconvocação da greve dos motoristas de matérias perigosas, formulando "votos de sucesso para o diálogo" entre sindicato e associação patronal Antram e congratulando-se com o "elevado civismo" dos portugueses durante a paralisação.

"Saúdo a decisão de desconvocação da greve dos motoristas de matérias perigosas, formulando votos de sucesso para o diálogo que agora se retoma entre as partes", declarou através da rede social Twitter.

"Quero congratular-me com o elevado civismo com que os portugueses viveram esta semana difícil para todos e a forma pacífica e sem qualquer violência como foram conduzidas todas as manifestações", acrescentou o primeiro-ministro.

O chefe do Governo agradeceu às Forças Armadas, às forças de segurança e aos agentes de proteção civil "o contributo inestimável que deram para minimizar os impactos da greve na vida dos portugueses, no funcionamento dos serviços essenciais e na economia , para o que foi decisivo o rigoroso planeamento e avaliação por parte da ENSE [Entidade Nacional para o Mercado de Combustíveis].

António Costa deixou ainda "uma palavra de reconhecimento a todos os colegas de Governo pelo seu permanente empenho, sempre articulado e elevado espírito de equipa".

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) anunciou este domingo que decidiu desconvocar a greve que se iniciou na segunda-feira, dia 12.

A decisão, anunciada pelo presidente do SNMMP, Francisco São Bento, foi tomada durante um plenário de trabalhadores do sindicato, que decorreu esta tarde em Aveiras de Cima.

O Governo já confirmou que está marcada uma reunião a realizar terça-feira no Ministério das Infraestruturas e Habitação, em Lisboa, com vista à retoma das negociações.

[Notícia atualizada às 22h10]


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.