A+ / A-

SEF admite constrangimentos no atendimento de imigrantes

17 ago, 2019 - 11:49 • Redação

Cartão Residência ou Título Residência são alguns dos serviços ainda com vagas. SEF garante que continuará a tomar medidas para resolver problemas existentes.
A+ / A-

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras reconhece a existência de constrangimentos nas marcações para atendimento de alguns assuntos, como autorização de residência e reagrupamento familiar.

À Renascença, o SEF diz que o calendário para agendamentos está aberto até ao final do ano, mas não garante uma data em concreto para o atendimento.

“Face ao número crescente de atendimentos que temos vindo a registar, reconhece-se que existem atualmente alguns constrangimentos no agendamento para atendimento de alguns assuntos, pelo que o SEF está e continuará a implementar medidas extraordinárias para garantir a resolução dessas situações”, informa no comunicado enviado.

“O calendário para agendamentos encontra-se aberto até ao final deste ano, sendo que existem já mais de 141.000 agendamentos registados para atendimento em todos os balcões do SEF”, continua, em resposta às notícias veiculadas pelo “Público” e “Jornal de Notícias” neste sábado de manhã.

Segundo os dois jornais, não será possível fazer mais marcações para atendimento de imigrantes, devido à falta de pessoal no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.

No comunicado enviado à Renascença, o SEF explica que “existe, neste momento, disponibilidade de atendimento para determinados tipos de processos ao nível nacional, para as próximas semanas”.

Os serviços para os quais há esta disponibilidade são, “por exemplo, concessão de Cartão Residência para cidadãos da União Europeia, Concessão de Título Residência com visto de residência e Prorrogação de Permanência”.

“Importa esclarecer que atualmente vigora a descentralização dos atendimentos para todos os balcões de atendimento do SEF, independentemente da área de residência do cidadão estrangeiro e do assunto que pretenda tratar”, sublinha ainda o organismo.

O SEF garante ainda que continuará a implementar medidas para solucionar os problemas existentes.

Durante o primeiro semestre do ano, foram atendidas mais de 155.000 pessoas em todos os balcões do SEF (quase mais 30 mil do que em igual período de 2018), informa o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.