A+ / A-

Autópsia confirma suicídio de Jeffrey Epstein

16 ago, 2019 - 21:46

O milionário suspeito de liderar uma rede de tráfico sexual e de abusos de menores, foi encontrado morto na sua cela no início do mês.
A+ / A-

Uma autópsia concluiu que a causa da morte do milionário Jeffrey Epstein foi um suicídio por enforcamento, adiantou esta sexta-feira uma porta-voz do Departamento de Medicina Legal de Nova Iorque.

Segundo a agência Reuters, a porta-voz Aja Worthy-Davis informou que um relatório oficial sobre a morte de Epstein será divulgado em breve.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, partilhou, entretanto, teorias da conspiração sobre a morte de Jeffrey Epstein.

A teoria amplificada por Trump sugeria, sem qualquer prova, que o ex-presidente Bill Clinton estaria implicado na morte do milionário acusado de abuso de menores e tráfico sexual.

O milionário, que foi detido a 6 de julho, declarou-se inocente das acusações de tráfico sexual envolvendo dezenas de raparigas menores de idade, entre 2002 e 2005.

O novo caso veio a público uma década depois de Jeffrey Epstein se ter declarado culpado de lenocínio na Florida.

[Em atualização]


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.