|
A+ / A-

Pardal Henriques afirma-se tranquilo em relação a inquérito do DIAP

15 ago, 2019 - 00:43 • Lusa

O líder do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas está a ser investigado por alegada burla a um empresário francês.

A+ / A-

O advogado Pedro Pardal Henriques disse que vai aguardar com tranquilidade o inquérito em investigação no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP), assinalando o facto de a sua existência ter sido confirmada na quarta-feira.

"É engraçado ser hoje [quarta-feira] porque justamente hoje nós nos revoltámos contra uma estrutura tão poderosa e volto a dizer quem se mete com o PS leva", afirmou o também porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) aos jornalistas em Aveiras de Cima, distrito de Lisboa.

A Procuradoria-Geral da República confirmou na quarta-feira que o advogado Pedro Pardal Henriques é alvo de um inquérito judicial, que se encontra em investigação no DIAP de Lisboa.

O jornal Público noticiou que o advogado está a ser investigado na sequência de uma queixa-crime por burla, apresentada por um empresário francês interessado em abrir negócios em Portugal, e que alega que Pedro Pardal Henriques lhe ficou a dever mais de 85 mil euros, depois de se ter comprometido a comprar, em seu nome, uma propriedade no centro do país.

Investigações do Ministério Público às atividades de Pedro Pardal Henriques tinham já sido noticiadas em abril pelo Diário de Notícias. O advogado, que se tornou uma figura mediática enquanto porta-voz do SNMMP, negou na altura que estivesse a ser alvo de inquérito judicial.

O advogado assegurou na quarta-feira à noite nunca ter sido notificado nem ouvido a propósito desta investigação.

"A única coisa que eu tenho dessa hipotética burla - que não existe, que nunca aconteceu - é um 'email' do DIAP a dizer que contra mim não corria absolutamente nada naquela data em que já tinha sido anunciada, em abril, (...) um 'email' meu a questionar e um 'email' posterior do DIAP a dizer que não existia nada", declarou.

Pedro Pardal Henriques acrescentou que aguarda com tranquilidade a situação.

"Aguardamos com tranquilidade, com a mesma tranquilidade que tenho para enfrentar todas as lutas (...), a mesma tranquilidade com que estarei para me defender de qualquer hipotética burla que não existe, por isso estou perfeitamente descansado", acrescentou.

Questionado se esta situação o enfraquece enquanto porta-voz do SNMMP, Pardal Henriques respondeu negativamente, garantindo que mantém a mesma determinação em todas as causas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José Joaquim Cruz Pinto
    15 ago, 2019 Ílhavo 10:13
    Alguém ainda leva a sério o Pardal? Então também foi o PS que pôs o DIAP a investigar Sócrates e outros tantos?