|
A+ / A-

Rui Pedro Soares

"Não há vontade especial em contrariar Bruno Lage"

15 ago, 2019 - 18:16 • Rui Viegas

Azuis têm sido um problema para o Benfica nas últimas épocas. Em 2018/19 evitaram o pleno de triunfos, na segunda volta, por parte do conjunto que acabaria por sagrar-se campeão. Jogo deste sábado, no Jamor, terá "maioria benfiquista" nas bancadas.

A+ / A-

Depois de já ter "roubado" pontos ao Benfica de Rui Vitória, na época passada o Belenenses foi (também) a equipa que evitou que o conjunto de Bruno Lage fizesse o pleno de triunfos na segunda volta da Liga. Um empate a dois golos, na Luz, foi o desfecho.

O presidente do Belenenses SAD não valoriza estes dados históricos. Em particular, os que se referem ao último desafio entre encarnados e azuis, já com Lage no comando do Benfica, na casa daquele que viria a ser o novo campeão nacional.

Rui Pedro Soares prefere sublinhar que a "vontade" da sua equipa é distribuída de forma igual por todo o campeonato.

"O Bruno Lage é um treinador excecional e, de facto, foi travado pelo Belenenses. Nos 20 jogos que disputou até hoje, o Belenenses foi a equipa que melhor o enfrentou. Mas não há aqui uma personalização. Não há uma vontade especial em contrariar o Bruno Lage. É a mesma vontade que temos nos 34 jogos [da Liga]", defende o dirigente, a cerca de 48 horas de novo dérbi de Lisboa, em que os encarnados estarão em maioria nas bancadas do Estádio Nacional, outra vez "reduto" dos azuis em 2019/20.

"Não é expectável a casa cheia. Mas será certamente, desde que o Belenenses - e não por nossa vontade - passou a actuar no Jamor, o jogo com mais adeptos. A venda no dia anterior ao jogo e no dia do jogo é sempre muito forte. Estamos a apontar para 18 mil espectadores presentes. Há décadas que o Belenenses perdeu assistência, por os estádios em que joga não terem as condições exigidas para o futebol dos dias de hoje, e é previsível que o Benfica esteja em maioria", adianta.

"Vamos estar numa posição importante no fim do campeonato"

O Belenenses vem de uma igualdade (0-0), em Portimão, na abertura do campeonato. Rui Pedro Soares não esconde que chegar à Europa está no horizonte, mas - para já - sem que a equipa de Silas tenha a obrigação de vestir a pele de candidata. O presidente da SAD azul, de qualquer modo, está confiante que em maio haverá razões para sorrir.

"Temos uma equipa mais jovem, com muitos reforços, que dará alegrias aos adeptos do Belenenses e alguns dos jogadores vão surpreender em Portugal. Espera, no fim da época, estar num lugar europeu da classificação? Temos que lutar pelo acesso, mas não temos que ser favoritos. Sinto que vamos crescer e estar numa posição importante no fim do campeonato", finaliza.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.