|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Greve dos motoristas. Marcelo pede “soluções justas” que não sacrifiquem os portugueses

12 ago, 2019 - 18:12 • João Pedro Barros

Nota do Presidente da República sublinha que deve ser dada prioridade aos “direitos fundamentais”, “segurança” e "normalidade constitucional".

A+ / A-

Em nota divulgada no site da Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa pede “soluções justas” que não sacrifiquem os portugueses, para que termine a greve dos motoristas, que se iniciou na tarde desta segunda-feira sem data limite, e assim se solucione a crise dos combustíveis.

“[O Presidente da República] Sublinha a responsabilidade de todos os envolvidos neste conflito entre entidades privadas, na procura de soluções justas, sem sacrificar, de modo desproporcionado, os Portugueses”, pode ler-se na nota, divulgada após um encontro ao início da tarde entre Marcelo Rebelo de Sousa e o primeiro-ministro António Costa, no Palácio de Belém.

Marcelo Rebelo de Sousa garante ter tomado conta “da posição do Governo perante várias perspetivas de evolução” desta crise, face àquilo que foi definido como “mínimos, indispensáveis à satisfação das necessidades dos Portugueses”.

“O Presidente da República recorda a importância de, em todas as circunstâncias, serem salvaguardados os valores e princípios do Estado de Direito Democrático e, neles, os direitos fundamentais, a segurança e a normalidade constitucional”, frisa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos Pinheiro
    14 ago, 2019 Vila Nova de Gaia 10:57
    Soluções justas é o que nós (motoristas) queremos Sr. Presidente... 🙄🙄🙄