|
A+ / A-

Joni Brandão é o novo camisola amarela da Volta a Portugal

08 ago, 2019 - 17:37 • Redação

Fuga do pelotão nos últimos quilómetros tirou a liderança a Gustavo Veloso, que ressentiu da queda da sexta etapa.

A+ / A-

Joni Brandão, da Efapel, é o novo camisola amarela da Volta a Portugal, depois da sétima etapa da Volta a Portugal, na chegada à Serra do Larouco, em Montalegre.

A etapa foi vencida por Luis Gomes, da Rádio Popular-Boavista, que fez vingar a fuga logo no arranque da etapa.

Joni Brandão terminou a etapa em 13º lugar, mas fugiu ao pelotão nos últimos minutos, fuga que o camisola amarela, Gustavo Veloso, da W52-FC Porto, não conseguiu acompanhar, ressentindo a queda da última etapa.

João Rodrigues, também da W52-FC Porto, conseguiu acompanhar a fuga do ciclista da Efapel, terminou 11 segundos depois de Joni Brandão, e fica apenas um segundo atrás do novo líder da Volta.

Gustavo Veloso terminou a etapa 40 segundos depois de Joni Brandão, e está agora a 15 segundos da liderança. O dia correu mal para outro dos candidatos, Vicente García de Mateos, da Aviludo-Louletano, que cai para quarto lugar, a 31 segundos de Joni Brandão.

A previsão do estado de tempo fazia antever mais uma etapa marcada pela chuva, que acabou por não se fez sentir com muita intensidade. Por outro lado, o noveiro à chegada à Serra do Larouco era muito intenso.

A oitava etapa liga Viana do Castelo a Felgueiras, num percurso de 156,6 quilómetros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.