Condenada a prisão perpétua aos 16 anos por matar agressor, Cyntoia sai em liberdade

07 ago, 2019 - 16:15 • Joana Bourgard , com Reuters

Vítima de tráfico sexual, Cyntoia Brown foi condenada a prisão perpétua quando tinha 16 anos por ter morto o homem que a comprou e violou repetidamente. Na prisão do Tennessee, nos Estados Unidos, Cyntoia terminou o ensino secundário e já tem contrato com uma editora para lançar um livro de memórias. Só naquele estado norte-americano, há mais 184 casos de menores condenados a perpétua.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.