|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Galeno troca FC Porto pelo Braga

06 ago, 2019 - 19:07 • Redação

O avançado brasileiro, de 21 anos, assinou contrato válido para as próximas cinco temporadas e passa a vestir o número 90.

A+ / A-

O Sporting de Braga anunciou, esta terça-feira, a contratação de Wanderson Galeno ao FC Porto, sem revelar os valores do negócio.

No site oficial, o clube minhoto revelou que o avançado brasileiro, de 21 anos, assinou contrato válido para as próximas cinco temporadas.

Em declarações aos canais oficiais do clube, Galeno assumiu que a proposta do Braga era "muito difícil de aceitar".

"Sei da grandeza do Braga. Não pensei duas vezes, porque entendo que o Braga é o melhor para mim neste momento da carreira e por isso estou muito feliz por estar aqui. Espero ser feliz aqui e espero ajudar a equipa a conquistar os objetivos do clube", afirmou.

O novo camisola "90" do Braga espera fazer "uma grande época", dando continuidade ao "bom trabalho" feito no Rio Ave, na temporada passada, e promete "dar tudo" para conquistar todos os objetivos do clube.

"Assistências e golos são o mais importante, mas quero ajudar o Braga de todas as maneiras. Esta época espero fazer parte de uma equipa muito forte, ganhar muitos jogos, fazer muitas assistências e ajudar a equipa todos os dias", sublinhou o extremo brasileiro.

Houve espaço, ainda, para Galeno fazer uma revelação: "Ainda estava no Brasil na primeira vez que o Braga mostrou interesse em mim. Na altura, não se concretizou, mas hoje estou aqui e estou muito feliz."

Galeno rumou ao FC Porto em 2016/17, por empréstimo do Grémio Anápolis, tendo sido adquirido em definitivo na época seguinte. Na segunda metade da temporada 2017/18, foi emprestado ao Portimonense e, na época passada, foi cedido ao Rio Ave. O extremo destacou-se em Vila do Conde, com nove golos e 11 assistências em 36 jogos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.