Tiroteios nos EUA. Vítima descreve atirador como “pessoa mais calma de sempre”

05 ago, 2019 - 13:42 • Joana Bourgard, com Reuters

Em 24 horas, dois atentados nos EUA provocaram pelo menos 30 mortos. Em Dayton, Ohio, o atirar foi abatido em menos de um minuto pela polícia que patrulhava a zona. Morreram dez pessoas, entre as quais está a irmã do atirador que terá chegado ao local do atentado no mesmo carro. O mais mortal aconteceu num complexo comercial em El Paso, Texas, onde morreram 20 pessoas. O suspeito, de 20 anos, deixou um manifesto anti-imigrantes, no qual descreveu os imigrantes sul americanos no país como uma "invasão hispânica do Texas".
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.