António só queria um telhado até ao Natal. Um ano depois do incêndio em Monchique ainda vive num anexo

02 ago, 2019 - 13:18 • Joana Bourgard , Joana Gonçalves

A casa alugada onde João Furtado vivia ficou totalmente destruída no incêndio. Depois de encontrar uma casa para alugar, foi-lhe dito que não era elegível do apoio do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana. Sem qualquer ajuda da Câmara de Monchique, foi forçado a encontrar uma outra casa em dois dias para usufruir do apoio. António abdicou do apoio ao arrendamento para continuar a viver no local onde nasceu e sempre viveu. Um ano depois ainda não tem a casa reconstruída.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.