A+ / A-

Samuel Caldeira é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal

31 jul, 2019 - 17:32 • Redação

O ciclista português, da W52-FC Porto, venceu o contrarrelógio do prólogo, em Viseu, e vai vestir de líder na primeira etapa.
A+ / A-
Samuel Caldeira é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal
Samuel Caldeira é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal

Veja mais:


Samuel Caldeira é o primeiro camisola amarela da Volta a Portugal, depois de vencer o contrarrelógio do prólogo, esta quarta-feira, em Viseu.

O ciclista português, da W52-FC Porto, parou o cronómetro 07:28.13 segundos, meras centésimas de segundo abaixo do suíço Gian Friesecke (Swiss Race Academy) e do espanhol Gustavo Veloso (W52-FC Porto).

Em declarações à RTP, Samuel Caldeira dedicou a vitória a Raúl Alarcón, bicampeão e que ficou fora da Volta, por lesão, e aos restantes ciclistas da W52-FC Porto que não puderam marcar presença: "Dedico ao Raúl e a todos os atletas da equipa que ficaram fora da Volta. Somos uma equipa de 16 atletas, todos têm muito valor. Esta vitória é para quem não está."

O vencedor da etapa, de 33 anos, assumiu que sofreu na cadeira, à espera que outros ciclistas batessem o seu tempo. "Pensei que o Gustavo [Veloso] ia tirar-me o melhor tempo. Consegui segurar", regozijou.

A primeira etapa, marcada para quinta-feira, liga Miranda do Corvo a Leiria, num percurso de 174,7 quilómetros. O pelotão terá de enfrentar quatro prémios de montanha, o primeiro deles de primeira categoria.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.