A+ / A-

Judiciária deteve suspeito de atear fogos em Castelo Branco

21 jul, 2019 - 13:24 • Rui Barros, com Cristina Nascimento

O suspeito, "usando chama direta, colocou um foco de incêndio em zona florestal povoada com pinheiros e mato, dentro de uma vasta mancha florestal, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros de Castelo Branco"
A+ / A-

A Polícia Judiciária deteve um homem de 55 anos pela presumível prática de um crime de incêndio florestal ocorrido este sábado "nas imediações da cidade de Castelo Branco.

Em comunicado, a PJ faz saber que que o suspeito "usando chama direta, colocou um foco de incêndio em zona florestal povoada com pinheiros e mato, dentro de uma vasta mancha florestal, que teria proporções mais gravosas caso não tivesse havido uma rápida intervenção dos bombeiros de Castelo Branco".

De acordo com as autoridades, o suspeito, de 55 anos, "colocou em perigo a integridade física e a vida de pessoas, bem como habitações e a grande mancha florestal".

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.