Tempo
|
A+ / A-

Aprovado fim de sacos de plástico para fruta e loiça de plástico descartável

19 jul, 2019 - 18:52 • Agência Lusa

Medidas foram aprovadas por unanimidade no Parlamento, no último plenário antes das férias.

A+ / A-

O Parlamento aprovou esta sexta-feira, por unanimidade, o fim da distribuição de sacos e 'cuvetes' de plástico para pão, fruta e legumes no comércio e da venda de loiça descartável em plástico.

No último plenário da sessão legislativa, todos os partidos votaram a favor de um projeto dos Verdes que se aplica a "todos os estabelecimentos comerciais que vendem pão, legumes e fruta".

O objetivo é que em 2020 passe a ser proibido disponibilizar os sacos de plástico transparentes comuns nas secções de fruta e legumes, bem como as cuvetes descartáveis, "geralmente envolvidas em plástico ou poliestireno expandido" para aqueles produtos.

Os deputados aprovaram ainda por unanimidade um texto que combina iniciativas dos Verdes, BE, PAN e PCP, que vão todos no sentido de proibir a venda ou a utilização de louça e utensílios de refeição descartáveis em plástico na restauração, estabelecimentos comerciais e outros eventos abertos ao público.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.