|
A+ / A-

Regresso à normalidade na Fórmula 1

12 jul, 2019 - 16:28 • Redação

A Mercedes colocou Bottas e Hamilton nos dois primeiros postos da segunda sessão de treinos livres em Silvertone, deixando os Red Bull Honda para trás.

A+ / A-

A segunda sessão de treinos livres do Grande Prémio do Reuni Unido, 10.ª prova do Mundial de Fórmula 1, trouxe consigo o regresso à normalidade. Os Mercedes foram mais rápidos, sem concorrência.

Na primeira sessão, os Red Bull Honda tinham-se intrometido nos lugares do topo, com o francês Pierre Gasly e o holandês Max Verstappen em primeiro e terceiro, respetivamente, intercalados com o finlandês Valtteri Bottas e o britânico Lewis Hamilton. Agora, não houve discussão. Bottas foi o mais veloz, com uma volta rápida de 1:27.173s, seguido por Hamilton, a 0.069s, e todos os outros ficaram bem atrás.

A seguir à Mercedes, ficou a Ferrari. O terceiro mais rápido da sessão foi o monegasco Charles Leclerc, a quase duas décimas de Bottas (0.197s), com o alemão Sebastian Vettel em quarto, a quase meio segundo (0.448s) do finlandês. Os Red Bull aparecem apenas em quinto, no caso de Gasly, e sétimo, no caso de Verstappen

A grande surpresa da sessão foi o britânico Lando Norris, da McLaren-Renault, que conseguiu intrometer-se entre os favoritos e ficar em sexto. O seu colega de equipa, o espanhol Carlos Sainz, ficou em oitavo.

Lewis Hamilton, campeão do mundo e líder do Mundial de Pilotos, procura a sexta vitória em Silverstone, que o tornaria o piloto com mais vitórias de sempre no histórico circuito, desempatando com Alain Prost e Jim Clark. A corrida está marcada para domingo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.