A+ / A-
10 de junho

Marcelo condecora militares em missões na República Centro-Africana

10 jun, 2019 - 13:19 • Lusa

O Presidente condecorou desde a primeira das forças nacionais em missão, em 2017, à quarta, que terminou em 11 de março deste ano.
A+ / A-

O Presidente da República condecorou esta segunda-feira, no âmbito das comemorações do 10 de Junho, em Portalegre, as quatro Forças Nacionais Destacadas (FND) na República Centro-Africana (RCA) em missão ao serviço das Nações Unidas.

Marcelo Rebelo de Sousa procedeu a esta distinção em Portalegre, cidade que acolheu este ano as cerimónias do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, perante a presença dos diferentes titulares de órgãos de soberania nacionais, entre eles o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, e o primeiro-ministro, António Costa, assim como autoridades judiciais e militares.

O Presidente da República atribuiu quatro medalhas de ouro de serviços distintos nos respetivos estandartes nacionais das primeiras quatro FND na República Centro-Africana – forças que estiveram em missões das Nações Unidas de estabilização multidimensional integradas (MINUSCA).

Em Portalegre, o chefe de Estado condecorou a primeira das forças nacionais que esteve na República Centro-Africana entre 17 de janeiro e 4 de setembro de 2017; a segunda, entre 4 de setembro de 2017 e 5 de março de 2018; a terceira, entre 5 de março e 5 de setembro de 2018; e a quarta, entre 6 de setembro de 2018 e 11 de março de 2019.

Antes deste ato, após ter sido entoado o hino nacional, o Presidente da República passou revista às forças em parada, procedendo-se em seguida a uma homenagem aos mortos em combate.

As comemorações do Dia de Portugal começaram no domingo, em Portalegre, com uma cerimónia de içar da bandeira nacional, e terminam em Cabo Verde, onde o Presidente da República e primeiro-ministro estarão entre hoje e terça-feira.

Nesta cerimónia, também esteve presente o Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, e no desfile militar contou com uma representação cabo-verdiana a participar juntamente com as Forças Armadas Portuguesas.

A seguir, Marcelo Rebelo de Sousa viaja para a Cidade da Praia com o primeiro-ministro, António Costa, e com o Presidente de Cabo Verde, onde falará perante representantes da comunidade portuguesa neste país, que é composta, no total, por cerca de 21 mil pessoas, dispersas por várias ilhas cabo-verdianas.

As comemorações do Dia de Portugal terminam com uma receção à comunidade portuguesa, num hotel do Mindelo, na terça-feira ao fim do dia.

Na quarta-feira, o primeiro-ministro regressa a Portugal e o Presidente da República viaja para a Costa do Marfim para uma visita de Estado.


legislativas 2019 promosite
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.