RR
|
Aura Miguel
Opinião de Aura Miguel
A+ / A-

​Crónica de Aura Miguel. Nem Cristo, nem a Igreja se podem vender

02 jun, 2019 • Aura Miguel , enviada especial à Roménia • Opinião de Aura Miguel


Papa beatificou sete bispos greco-católicos na Roménia. Foram décadas de terror, mas estes pastores permaneceram firmes e “sustentaram o seu povo para continuar a confessar a fé sem cedências nem retaliações”, recordou Francisco. E se fosse connosco?

Nem Cristo, nem a Igreja se podem vender. A frase é do bispo greco-católico Ioan Suciu, em resposta às autoridades comunistas que o tentaram convencer a cortar com o Papa, prometendo-lhe um cargo de poder na igreja ortodoxa.

Foi preso, torturado e morreu na prisão, tal como os outros seis bispos, beatificados neste domingo, na Roménia.

Foram décadas de terror, mas estes pastores permaneceram firmes e “sustentaram o seu povo para continuar a confessar a fé sem cedências nem retaliações”, recordou Francisco na sua homilia.

Razões de queixa não lhes faltavam mas, segundo relatos e cartas da época, eles nunca se lamentaram e abraçaram as terríveis circunstâncias, sustentando-se uns aos outros na fé.

Papa beatifica sete bispos greco-católico numa celebração histórica
Papa beatifica sete bispos greco-católico numa celebração histórica

Um destes beatos, Tit Liviu Chinezu, preso ainda sacerdote, viria a ser ordenado bispo clandestinamente, pelos outros prelados detidos no mesmo cárcere, o que enfureceu ainda mais os perseguidores.

Iuliu Hossu, que sofreu na prisão durante 22 anos, repetia com frequência: “a nossa fé é a nossa vida”. Conseguiu fazer um terço com migalhas de pão, mas até isso os carcereiros destruíram.

Em 1969, Paulo VI fê-lo cardeal “in pectore” e só viria a anunciar o seu nome três anos depois da sua morte na prisão, para não acicatar ainda mais a fúria do regime sobre os católicos romenos.

O testemunho de fé destes sete homens é como um abanão à modorra da nossa vida aburguesada. E se fosse connosco?

É certo que a fé “não está cotada na bolsa” e “pode parecer até que não serve para nada”, como recordou o Papa aos jovens na Roménia. Mas, “a fé é um dom que mantém viva esta certeza profunda e estupenda: a nossa pertença a Deus como filhos muito amados”, garantiu Francisco.

É por isso que esta certeza não está à venda.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.