Reportagem

Corvo. A ilha onde começa a Europa

24 mai, 2019 - 09:20 • ​​Marília Freitas​

São pouco mais de 400 habitantes, numa ilha de 17km² entre a Europa e a América. Mas, no Corvo, a Europa sente-se no dia-a-dia. Da escola ao lar, do porto ao aeródromo, do ecomuseu ao pleno emprego, as conquistas da ilha não seriam possíveis sem os fundos europeus.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.