|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Na Amazon há um robô que despede os trabalhadores

26 abr, 2019 - 16:25 • Sandra Afonso

Se não é produtivo, sai. Só em Baltimore foram despedidas cerca de 300 pessoas num ano.

A+ / A-

A gigante Amazon tem um sistema automático de controlo de produtividade que pode despedir trabalhadores, sem passar por qualquer supervisor humano.

A multinacional de vendas online instalou um sistema que acompanha a produtividade dos funcionários do armazém e tem competências para atuar de acordo com os resultados, despedindo quem não corresponder às expectativas.

Segundo o site de notícias norte-americano “Business Insider”, que cita um porta-voz da Amazon, só nas instalações de Baltimore foram despedidas cerca de 300 pessoas no espaço de um ano por razões de produtividade.

O sistema regista os tempos de paragem ou intervalos dos trabalhadores e alguns sentem-se de tal forma pressionados que dizem ter deixado de fazer pausas para ir à casa-de-banho.

Os motoristas, por exemplo, relatam que aceleram o mais que podem e acabam por “urinar numa garrafa dentro dos veículos ou na rua”, em vez de pararem para ir à casa-de-banho.

A empresa garante que, no geral, a taxa de despedimentos está a diminuir.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.