|
A+ / A-

Militares do Sri Lanka e suspeitos dos ataques de domingo envolvem-se em troca de tiros

26 abr, 2019 - 17:18 • Redação

Exército cercou fábrica de bombas artesanais na cidade de Sammanthurai depois de se ter sentido uma explosão perto do local. Não há, até ao momento, registo de mortos no tiroteio.

A+ / A-

Uma operação do exército do Sri Lanka a uma fábrica de bombas artesanais na cidade de Sammanthurai, a cerca de 300 quilómetros da capital Colombo, terminou com uma troca de tiros entre os militares e suspeitos dos ataque no domingo de Páscoa, tendo-se, antes mesmo, ouvido uma grande explosão naquele local, avança a Reuters, citando um porta-voz militar.

Não há, até ao momento, registo de mortos.

Nos últimos dias, as autoridades cingalesas têm conduzido vários raides em todo país, tentando deter mais suspeitos dos atentados (entretanto reenvendicados pelo grupo extremista islâmico Daesh) que vitimaram 250 pessoas no último domingo

[Em atualização]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.