Tempo
|
A+ / A-

Patriarca de Lisboa nomeia coordenadores gerais da Jornada Mundial da Juventude

04 abr, 2019 - 16:03 • Eunice Lourenço

D. Américo Aguiar e D. Joaquim Mendes ficam com áreas diferentes. Em breve serão nomeados os responsáveis pelos vários serviços.

A+ / A-

O cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, nomeou esta quinta-feira dois dos seus bispos auxiliares como coordenadores geral da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) que vai decorrer em Lisboa em 2022.

D. Américo Aguiar, entrevistado desta semana no programa Hora da Verdade da Renascença e Público, ficará mais diretamente responsável pela área logística-operativa e D. Joaquim Mendes terá a seu cargo a responsabilidade pela área pastoral.

No decreto de nomeação, divulgado esta quinta-feira pelo Patriarcado de Lisboa, D. Manuel Clemente escreve que “oportunamente serão nomeados os responsáveis pelos vários serviços”.

Com a nomeação dos responsáveis está, assim, lançada a pedra para a constituição do Comité Organizador Local (COL), que será presidido pelo próprio Patriarca de Lisboa.

Em entrevista ao programa Hora da Verdade, da Renascença e do diário Público, D. Américo Aguiar explicou isso mesmo. “O sr. Patriarca, dentro de dias, vai nomear formalmente o comité organizador local que tem três pessoas que depois se desdobra em sete e depois em 21”, disse D. américo, salientando, contudo, que “A equipa são todos os portugueses dos 8 aos 80”

“A JMJ é um desafio para Portugal inteiro, ninguém está dispensado, nem pela idade, nem pelo credo nem por circunstância absolutamente nenhuma. Há-de ser um Portugal de braços abertos que há-de acolher a juventude do mundo inteiro”, acrescentou o mais recente bispo auxiliar de Lisboa, que espera que mesmo os não católicos se associem a este encontro que deverá trazer a Lisboa entre um e dois milhões de jovens de todo o mundo.

Na mesma entrevista, D. Américo Aguiar dá mais alguns pormenores sobre a organização da Jornada Mundial e responde a quem já criticou a participação do Estado na organização de um encontro religioso.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.