|
A+ / A-

Médicos de família. Um terço das vagas do último concurso ficou por preencher

21 mar, 2019 - 09:37

Quarenta lugares ficaram por preencher em várias regiões do país.

A+ / A-

O último concurso para novos médicos de família tinha 113 vagas abertas, mas só 73 profissionais foram colocados.

Segundo as contas do “Jornal de Notícias”, 40 vagas não tiveram interessados, quase metade delas na região de Lisboa e Vale do Tejo, que foi a zona com mais vagas por preencher.

É também aqui que se regista o maior número de utentes sem médico de família - mais de meio milhão de pessoas.

Já, as regiões do Norte e Centro tiveram quase todas as vagas ocupadas.

A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar sugere a criação de recrutamento específico para zonas problemáticas.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.