Fotogaleria

Estudantes de todo o mundo faltam às aulas para exigir ações contra alterações climáticas

15 mar, 2019 - 09:01 • Redação com Lusa

Estão previstas mais de duas mil manifestações em 123 países, incluindo Portugal.
A+ / A-
Estudantes de todo o mundo faltam às aulas para exigir ações contra alterações climáticas
Estudantes de todo o mundo faltam às aulas para exigir ações contra alterações climáticas

Centenas de milhares de alunos em todo o mundo estão a fazer greve às aulas, esta sexta-feira, para protestar contra as alterações climáticas. Esta greve mundial pelo clima visa exigir dos políticos ações concretas contra as alterações climáticas.

De acordo com a página da internet "Fridays for Future", que reúne os protestos anunciados em todo o mundo, estão previstas mais de duas mil manifestações em 123 países, incluindo Portugal.

Esta greve mundial de estudantes, que tem como lema "fazer greve por um clima seguro", culmina uma série de manifestações semanais iniciadas no ano passado pela adolescente sueca Greta Thunberg.

Em agosto do ano passado, a adolescente de 16 anos começou a faltar à escola à sexta-feira, colocando-se em frente ao parlamento sueco com um cartaz que dizia "greve da escola pelo clima".

A iniciativa inspirou jovens de outros países, que começaram a manifestar-se, nomeadamente na Bélgica, em França e na Alemanha, juntando milhares de alunos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.