A+ / A-

​Enfermeiros garantem disponibilidade para negociação “séria e honesta”

04 jan, 2019 - 11:00 • Redação

Sindicalista garante que “os enfermeiros, tudo o que estão a exigir, é que se cumpram as leis e as promessas que foram feitas”.
A+ / A-

Os enfermeiros estão disponíveis para uma negociação “séria e honesta” com o Governo. Os sindicatos reúnem-se esta sexta-feira com o Ministério da Saúde. Antes do encontro, em declarações à Renascença, o presidente do Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal garante que a negociação é a prioridade.

“O que nos importa neste momento é de facto negociar com o governo de uma forma séria e honesta”, diz Carlos Ramalho, lembrando, no entanto, que mantém em cima da mesa a preparação de “outras formas de luta, nomeadamente uma greve cirúrgica”.

Nesta entrevista, o sindicalista reage ainda às declarações do ministro das Finanças, Mário Centeno, sobre este assunto.

“O senhor ministro também disse que não conhecia o processo negocial o que nós consideramos estranho porque há representantes do Ministério das Finanças na comissão negociadora”, diz o sindicalista, reconhecendo que “não conhecendo o processo negocial é um pouco complicado pedir responsabilidades quando essas próprias possibilidades estão do lado do Governo”.

“Os enfermeiros tudo o que estão a exigir é que se cumpram as leis e as promessas que foram feitas”, remata.

A reunião para reatar as negociações sobre a carreira de enfermagem esteve marcada para quinta-feira, mas foi adiada a pedido da tutela.

Os enfermeiros reivindicam uma carreira que contemple a categoria de enfermeiro especialista, além de exigirem uma redução na idade da reforma, reivindicações que estiveram na base da greve em blocos operatórios que levou ao adiamento de milhares de cirurgias entre 22 de novembro e final de dezembro.


legislativas 2019 promosite
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Petervlg
    04 jan, 2019 Trofa 12:17
    Se pedem uma reunião seria e honesta, de certeza que os enfermeiros vão ficar a espera, acho que é melhor esperarem sentados.