Tempo
|
A+ / A-

Detido mentor do atentado contra o jornal “Charlie Hebdo”

20 dez, 2018 - 22:53

Terrorista internacioal Peter Cherif foi capturado no Djibouti, um pequeno país da África Oriental, e vai ser extraditado para França.

A+ / A-

Foi detido o alegado mentor do atentado contra o jornal satírico francês “Charlie Hebdo”, em janeiro de 2015.

O suspeito chama-se Peter Cherif, tem 36 anos e foi capturado no Djibouti, um pequeno país da África Oriental, avança o jornal "Le Figaro".

Também conhecido pelo pseudónimo Abou Hamza, o cérebro do atentado vai ser extraditado para França.

Considerado um dos terroristas mais procurados do mundo, o homem que estava em fuga desde 2011 foi detido no passado domingo.

Peter Cherif, que passou de pequeno deliquente nas ruas de Paris a radical islâmico, combateu no Iraque e no Iémen.

Foi do Iémen que emitiu a ordem de ataque contra o jornal satírico “Charlie Hebdo”, após a publicação de caricaturas do profeta Maomé.

Peter Cherif era muito próximo dos irmãos Kouachi, que levaram a cabo o atentado contra as instalações do jornal, provocando 12 mortos.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.