A+ / A-
Daniel Sá

Mourinho continua a ser um dos treinadores mais valiosos do mundo

19 dez, 2018 - 12:45 • Carlos Dias com Redação

Últimos capítulos do "Special One" foram negativos. Daniel Sá, diretor executivo do IPAM, acredita que, visto que o treinador português "já funcionou em tempos", poderá voltar a funcionar.
A+ / A-

Daniel Sá, diretor executivo do IPAM, acredita que José Mourinho continua a ser valioso, mesmo após o despedimento do Manchester United.

O treinador português foi demitido do "gigante" inglês, na terça-feira, após uma sequência de resultados negativos. Apesar disso, Daniel Sá afirma, em declarações a Bola Branca, que Mourinho "continua a fazer parte do grupo muito restrito dos treinadores mais valiosos do mundo".

Para Daniel Sá, Mourinho é valioso "não apenas na sua dimensão desportiva, mas também enquanto marca". "Esse é um patamar de onde José Mourinho dificilmente sairá", sublinha o diretor executivo do IPAM.

O despedimento aconteceu não só pelos maus resultados do Manchester United, como devido a problemas de relacionamento com alguns jogadores, nomeadamente Pogba. O insucesso desportivo pautou as saídas dos últimos clubes por que o treinador passou - United, Chelsea e Real Madrid. Ainda assim, considerando que Mourinho "já funcionou em tempos", Daniel Sá acredita que "poderá voltar a funcionar".

Os três capítulos de maus resultados "deixam-no fragilizado", no entanto, Mourinho continua a ter mercado, segundo Daniel Sá. "A grande maioria dos clubes europeus gostaria de poder contar com um treinador que tem toda a competência técnica e de liderança para um clube e que tem uma marca muito valiosa atrás de si", salienta.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.