A+ / A-

José Mourinho reage pela primeira vez à saída do Manchester United

19 dez, 2018 - 15:57 • Redação

O treinador português, demitido na terça-feira, acredita que tem futuro sem o clube inglês e diz que esse capítulo "é passado". Mourinho pede que o deixem "levar uma vida normal" até voltar.
A+ / A-

José Mourinho reagiu pela primeira vez, esta quarta-feira, ao seu despedimento do Manchester United, na véspera. O treinador português salientou que essa etapa "é passado" e que tem futuro sem o clube inglês.

Em declarações à Sky Sports, Mourinho salientou que fará agora o mesmo que fez quando deixou o Chelsea, três anos antes:

"Fico com as coisas boas e não digo nada sobre o que aconteceu no clube. Podíamos falar sobre tantas coisas boas e outras não tão boas, mas isso não sou eu. Terminou. O Manchester United tem um futuro sem mim e eu tenho um futuro sem o Manchester United, por isso porque é que eu haveria agora de estar a partilhar os meus sentimentos? Acabou."

Mourinho lembrou que é "muito crítico com treinadores que deixam os clubes e falam sobre detalhes do que aconteceu e de quem tem culpa".

"Isso não sou eu. Só quero fechar este capítulo. Até voltar ao futebol, tenho o direito de viver a minha vida normal. É o que quero fazer. O Manchester United é passado", sublinhou o treinador português.

José Mourinho foi demitido do Manchester United na terça-feira. Esta quarta-feira, o clube inglês anunciou, no site oficial, que Ole Gunnar Solskjaer, antigo jogador dos "red devils", será o treinador interino enquanto decorre o processo de recrutamento de um novo treinador.

Mourinho pede que o deixem em paz

Em comunicado enviado às redações, posterior às declarações à Sky Sports, José Mourinho pediu que o deixem "levar uma vida normal":

"Foi um orgulho imenso trazer o emblema do Manchester United ao peito desde o primeiro momento e sinto que os adeptos do clube sabem disso. Tal como aconteceu nos anteriores clubes, trabalhei com gente maravilhosa e, claro está, a amizade de algumas ficará para sempre."

Mourinho insistiu que gosta de "demonstrar o mais profundo respeito" pelos clubes por que passa, "sem fazer qualquer tipo de comentário".

"Espero que os meios de comunicação respeitem a minha posição e me deixem levar uma vida normal até decidir voltar ao futebol", escreveu.

[notícia atualizada às 17h00]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Rui
    19 dez, 2018 Vieira 23:16
    O Sr Mourinho é um Indiana Jones! Dá um fora sempre com os bolsos cheios!!