RR
|
A+ / A-

​Jornalistas estrangeiros elegem Centeno como personalidade do ano

11 dez, 2018 - 19:31 • Lusa

Enquanto presidente do Eurogrupo, o ministro das Finanças contribuiu para promover a imagem do país no estrangeiro, detaca a Associação de Imprensa Estrangeira em Portugal.

A+ / A-

A Associação de Imprensa Estrangeira em Portugal (AIEP) escolheu o ministro das Finanças, Mário Centeno, como personalidade do ano.

"Os correspondentes estrangeiros atribuíram o prémio ao ministro das Finanças português, que se destacou na imprensa internacional depois da sua chegada no início do ano à presidência do Eurogrupo", revelou a AIEP, em comunicado.

Os correspondentes em Portugal explicam que "o prémio personalidade do ano/Martha de la Cal tem como objetivo distinguir a pessoa ou a instituição que mais contribuiu para promover a imagem do país no estrangeiro durante o ano".

Esta distinção foi criada em 1990 e é atribuída todos os anos por 60 jornalistas estrangeiros acreditados e inscritos na associação.

"Para os correspondentes, Mário Centeno, enquanto presidente do Eurogrupo, um cargo internacional de relevo, com uma forte projeção internacional, que colocou o nome de Portugal em muitas reportagens na imprensa estrangeira, enquadra-se perfeitamente nos critérios do prémio", refere o presidente da AIEP, Levi Fernandes.

O 29.° prémio da AIEP será agora entregue numa cerimónia no início de 2019.

Em anos anteriores, o galardão foi atribuído a personalidades como o escritor José Saramago, a fadista Mariza, os capitães de abril, o antigo Presidente Mário Soares, o futebolista Cristiano Ronaldo e o secretário-geral da ONU, António Guterres, recordou a AIEP.

No ano passado venceram os irmãos Luísa e Salvador Sobral, vencedor do Festival da Eurovisão.

O prémio, denominado Martha de La Cal, é uma homenagem a esta jornalista norte-americana, que trabalhou durante vários anos em Portugal para a revista Time e que foi uma das fundadoras da Associação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.