|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Sporting

Jorge Paixão prevê dificuldades em substituir Battaglia

05 nov, 2018 - 18:15

Médio argentino lesionou-se com gravidade frente ao Santa Clara e terá de ser submetido a cirurgia, pelo que ficará fora dos relvados nos próximos meses.

A+ / A-

Jorge Paixão, antigo treinador de Rodrigo Battaglia no Braga, lamentou a lesão do argentino e acredita que o Sporting não terá tarefa fácil para substituir o médio.

Em declarações a Bola Branca, o técnico de 52 anos recordou o período que orientou Battaglia, no Braga em 2013/14: "Quando o treinei tinha acabado de chegar a Portugal. Estava a ambientar-se, mas via-se que tinha qualidade, e já tinha passado pelas seleções jovens da Argentina".

Paixão, atualmente técnico adjunto do Shenzhen FC, lamentou a lesão do argentino, numa altura em que estava em destaque no emblema leonino:

"É uma situação muito triste, de um jogador que tive oportunidade de treinar e que tem vindo a sobressair-se no Sporting. Espero que fique bem, que se concentre na recuperação e que mantenha pensamento positivo para voltar mais forte. Ainda tem um grande futuro pela frente".

O técnico acredita que não será fácil substituir Battaglia, dada à preponderância que o médio tinha na equipa: "Tinha vindo a afirmar-se. Tem muita qualidade e era importante na equipa, o que o fez ser chamado à seleção argentina. Agora o Sporting tem de colmatar a ausência, o que não vai ser nada fácil, porque ele tinha uma grande preponderância na equipa".

Battaglia lesionou-se na partida frente ao Santa Clara e confirmou-se a gravidade da lesão: entorse do joelho direito com rotura do ligamento cruzado anterior. O médio argentino erá vai ser submetido a intervenção cirúrgica na terça-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.