|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

Conversas Cruzadas
Programa sobre a atualidade que passa ao domingo, às 12h00, com reposição à segunda às 00h00.
A+ / A-
Arquivo
Conversas Cruzadas - Nova PGR - 23/09/2018
Conversas Cruzadas - Nova PGR - 23/09/2018

Conversas Cruzadas

Joana Marques Vidal: Di Pietro à portuguesa?

23 set, 2018 • José Bastos


As mudanças na liderança da Procuradoria-Geral da República estiveram em debate no Conversas Cruzadas deste domingo, com Luís Aguiar-Conraria, Nuno Botelho e Nuno Garoupa.

Nuno Garoupa deseja um futuro na política para Joana Marques Vidal. O economista sustenta que a Procuradora Geral da República "seria um grande ativo num projeto político reformista e renovador".

Na formulação, Nuno Garoupa admite mesmo paralelismos com a figura do ex-magistrado do Ministério Público italiano António Di Pietro que, depois de encabeçar a luta anti-corrupção, fundou o partido "Itália dos valores".

Garoupa, professor da George Mason University Scalia Law, de Arlington, Virgínia, defende que há condições para novos projetos políticos em Portugal, por exemplo, "numa direita sem norte" e "um lugar para Joana Marques Vidal".

Os fatores de perturbação da não recondução de Joana Marques Vidal e a pesada herança de Lucília Gago, a ter um escrutínio mais apertado que qualquer dos seus antecessores, são temas para o debate com Luís Aguiar-Conraria, Nuno Botelho e Nuno Garoupa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Augusto
    24 set, 2018 Lisboa 23:03
    O senhor Garoupa quer a todo o custo criar um partido. Agora até mete a ex-procuradora ao barulho. Parece que a passagem pelo Pingo-Doce não lhe fez muito bem.
  • Dead
    24 set, 2018 lisboa 18:10
    Acho que vêm muitos filmes .O realismo impõe-se os tribunais provocaram o PS e PSD com processos mediatizados com fuga ao segredo de justiça e o lugar é de nomeação politica.Será mais dificil o processo Marquês ou impedir fugas em segredo justiça?Mas se tem tanto valor e aceitação popular que forme ou tente formar um partido e vá á luta.Veremos o sucesso.Acho mais verosimel Sócrates ganhar eleições próximas presidenciais se o deixarem do que esta SNRA conseguir entrar parlamento