A+ / A-

Reitora da Católica diz que presidência da mais antiga federação de universidades do mundo é "momento de mudança"

27 jul, 2018 - 17:38

Isabel Capeloa Gil é a primeira mulher a comandar a Federação Internacional das Universidades Católicas.
A+ / A-

A reitora da Universidade Católica Portuguesa (UCP), Isabel Capeloa Gil, considera que a sua eleição para a liderança da Federação Internacional das Universidades Católicas (FIUC) é um triunfo da UCP e do reconhecimento do papel das mulheres nas instituições da Igreja Católica.

Isabel Capeloa Gil é a primeira mulher e a primeira portuguesa na história da FIUC a liderar a federação. Fala num "momento de mudança".

Em declarações à Renascença, considera que é um reconhecimento, não só para as mulheres, mas também para a Universidade Católica Portuguesa.

“Em primeiro lugar, é o reconhecimento da Universidade Católica como uma grande universidade internacional, na medida em que as votações vão para os reitores e para as instituições, também. Em segundo lugar, no âmbito das instituições ligadas à Igreja Católica, é uma novidade transformadora: é a primeira vez na história que é uma mulher leiga a presidir à Federação Internacional das Universidades Católicas. É um exemplo da afirmação e da liderança das mulheres nas instituições da Igreja”.

A Federação Internacional das Universidades Católicas reúne cerca de 350 Instituições de todo o mundo. A nova presidente já definiu as prioridades para este mandato de três anos, que passam pela modernização e mais apoio ao ensino africano.

“Primeira, é a da modernização da Federação, um processo de modernização e profissionalização que vai ser implementado. Há duas grandes iniciativas que vão ser desenvolvidas de imediato. A primeira, é uma iniciativa para África, de apoio às universidades que estiveram reunidas na assembleia-geral da Federação. Em segundo lugar, um programa de apoio a investigadores, professores e alunos em situações de fragilidade, em zonas de guerra e conflito”, sublinha.

A FIUC foi fundada em 1924. Esta é a primeira vez que Portugal integra um órgão de gestão e a primeira vez que uma mulher é eleita presidente.

Entre as instituições que pertencem à FIUC encontram-se o Boston College, Georgetown University, KU Leuven, University of Notre Dame Universitá Cattolica del Sacro Cuore, de Milão.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.