Tempo
|
A+ / A-

Papa aparece de surpresa em festa com sem-abrigo

30 jun, 2018 - 11:43

Francisco foi o convidado especial de um jantar organizado pelo novo cardeal D. Konrad Krajewski, o responsável por fazer chegar a ajuda do Papa aos mais pobres.

A+ / A-

É uma tradição que se repete no Vaticano cada vez que há novos cardeais. Cada um deles reúne os seus colaboradores e amigos para festejar o acontecimento.

Um dos novos cardeais, o polaco Konrad Krajewski, é o responsável por fazer chegar a ajuda do Papa Francisco aos mais pobres e sem-abrigo e foi com eles que escolheu celebrar, uma festa com direito a um convidado surpresa.

O novo cardeal, também conhecido por D. Corrado, decidiu reunir 280 pobres e voluntários à mesa e o Papa apareceu para o jantar, realizado no final do consistório de sexta-feira.

Francisco sentou-se, tomou a refeição, conversou, sorriu e ainda tirou algumas fotografias.

“Corrado, eu não vim cá por você, mas vim por eles”, afirmou o Papa citado pelo “Vatican Insider”.

Os cartões de convite para a festa foram entregues aos sem-abrigo nas estações de comboios da cidade.

Quando ao cardeal português D. António Marto optou ontem pela discrição e jantou no Colégio Português com algum clero que vive em Roma. Este sábado, pelas 18h00, celebra missa na Igreja de Santo António dos Portugueses.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Fernando Machado
    30 jun, 2018 Porto 14:55
    Por cá, os Velhos do Restelo, ficam muito incomodados com estas atitudes do Santo Padre. Isto de governar e/ou dirigir de gabinete, não aproveita a ninguém. Que Deus o proteja.