A+ / A-

Marcelo, Costa e Ferro juntos em ambiente de super comício

29 jun, 2018 - 23:10 • Susana Madureira Martins

O Presidente da República, o do Parlamento e o primeiro-ministro cantaram juntos a “Casinha”, dos Xutos & Pontapés, no Rock in Rio Lisboa, debaixo de uma chuva torrencial.
A+ / A-
Uma “Casinha” para Zé Pedro (e sim, Marcelo cantou)
Uma “Casinha” para Zé Pedro (e sim, Marcelo cantou)

O concerto dos Xutos & Pontapés começou ao som de "À minha maneira" com uma chuva miúda, depois já no final ouvia-se os "Contentores" e sobretudo "Maria" começou a chover torrencialmente no recinto do Rock in Rio Lisboa, para tudo terminar num temporal com o clássico "Casinha".

Foi aqui que Marcelo entrou em palco, com o boné que trouxe guardado no bolso do casaco e de gravata posta. Logo depois entraram o primeiro ministro António Costa, acompanhado pela mulher, Fernanda Tadeu e o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues. Costa e Ferro sem gravata e ambos de casaco desportivo.

Em palco estava também parte da maioria parlamentar de esquerda, os dirigentes do Bloco Catarina Martins e Francisco Louçã, ambos convidados pela própria banda a estarem presentes nesta homenagem ao recentemente falecido Zé Pedro.

Aos primeiros acordes da "Casinha" o público explodiu de alegria com uma multidão de convidados em palco a cantar e a bater palmas e com as três principais figuras do Estado a acompanhar a letra e a música, batendo palmas e ensaiando uns passos de dança em cima do palco, num insólito encontro político que mais parecia um comício em que alguém se preparava para falar ao microfone.

A falta de ensaios e o "lalala" do primeiro-ministro

Marcelo Rebelo de Sousa e Ferro Rodrigues chegaram pouco antes do arranque do concerto da banda, com o Presidente da República a falar aos jornalistas de "uma homenagem especial" ao histórico guitarrista da banda, Zé Pedro.

Questionado se a "Casinha" estava bem ensaiada para cantar, Marcelo disse que era "preciso acertar o tom" referindo que está "um bocadinho mais velho que o senhor presidente da Assembleia da República que vem teenager", numa provocação a Ferro Rodrigues que estava mesmo ao lado. "Vamos ver se dá certo", atirou o Presidente da República.

questionado se é mais fácil cantar a "Casinha" dos Xutos & Pontapés ou juntar a oposição e o Governo, o Presidente da República respondeu um diplomático "são os dois inseparáveis", justificando que "quando se canta a minha casinha é a casinha nacional", recordando que esta música foi a escolhida pela seleção de futebol em 2016 "para significar a unidade nacional".

Marcelo garante que leva do recinto do Rock in Rio Lisboa para a Rússia, onde vai assistir ao jogo da seleção nacional com o Uruguai, esta música "para ver se é inspiradora", não fazendo "vatícinios" sobre o resultado deste sábado.

Antes, Ferro Rodrigues recordava a primeira vez que tinha visto Xutos e Pontapés. Foi em verdadeiro ambiente político "num comício do PS em que a coisa não correu muito bem", justificando que "houve muita cerveja atirada no momento em que os políticos falavam", tendo sido aí que percebeu "que isso fazia parte dum certo estilo" que Ferro assume que começou a "compreender perante os padrões da juventude da época".

Já ia o concerto bem avançado e antes do "Circo de Feras" chega o primeiro ministro ao recinto do Rock in Rio, acabado de aterrar no aeroporto da Portela, vindo da cimeira das migrações em Bruxelas.

Também questionado se ensaiou a "Casinha" dos Xutos para poder cantar em palco, António Costa desatou-se a rir e confessou que "não" e que canta "pessimamente e que é melhor não ensaiar". A Renascença insistiu se ao menos ia tentar, Costa respondeu que assim faria, terminando a conversa com um "lalala" e mais uma gargalhada.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Antócio
    02 jul, 2018 Portugal 16:19
    durigentes do ps, dirigentes do bloco, Catarina Martins e Francisco Louçã, e depois chamam populistas aos outros. Escumalha
  • Alves
    02 jul, 2018 Almeirim 12:12
    É só poeira! Afinal de contas quem foi zé pedro? Para além de saber tocar guitarra não sei que é que fez mais para andar tanta esquedalha atrás dele??
  • fanã
    30 jun, 2018 aveiro 10:17
    Não são estes Senhores Políticos, que são contra os POPULISMOS ??????????????....................... Estamos a ser "Governados ou Desgovernados" a moda da antiga Roma . Povo contribuinte, cada vês mais pobre , anestesiado com Jogos do Circo . Um pouco de sério Sr.'s Políticos e em particular o Sr. Presidente da Republica , não apreciamos Palhaçadas mas sim obras feitas , e são muitas ainda por fazer !