D. António Marto identifica-se com a reforma da Igreja lançada pelo Papa (excerto da entrevista)

01 jun, 2018 - 17:07

Quer uma Igreja mais autêntica. Identifica-se com a reforma de Francisco e lamenta as resistências que o Papa tem enfrentado. Para o novo cardeal português, "não se pode fechar os olhos nem assumir uma política de avestruz", mesmo face aos "aspetos dolorosos" que essa reforma acarreta. Ouça a entrevista completa este sábado, no site da Renascença.

RSS iTunes URL Embed E-mail Facebook Twitter Whatsup Comentários
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.