|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Itália fecha a porta a novo barco com refugiados

21 jun, 2018 - 19:28

Depois do “Aquarius”, agora é o “Lifeline”, que segue com 226 pessoas a bordo.

A+ / A-

A Itália voltou a recusar receber um barco de migrantes.

Segundo o jornal espanhol “La Vanguardia”, o ministro do Interior e vice-presidente disse que “o barco só verá Itália num postal porque as regras são para respeitar”.

Matteo Salvini terá avisado as ONGs para levarem “toda a carga de seres humanos para Gilbraltar, Espanha, França ou para onde eles quiserem”.

Depois do que se passou com o “Aquarius”, o navio holandês “Lifeline”, que é operado pela ONG alemã Mission Lifeline, tentou entrar na costa italiana, mas não foi autorizado.

O “Lifeline” segue com 226 pessoas a bordo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anónimo
    14 ago, 2018 00:24
    O estado italiano é um estado fascista. Mussolini pode ter sido executado pelos Antifa mas infelizmente o seu espírito continua presente.
  • manuel
    22 jun, 2018 lisboa 12:31
    força Itália. Já temos mercado que chegue
  • Jose Carlos Fonseca
    22 jun, 2018 Maia 09:09
    É só negociatas. Foram apanhá-los na costa da Libia. Anda muito dinheiro em jogo neste comércio.
  • jonas
    21 jun, 2018 faro 22:02
    Os italianos, gente que nunca emigrou, agora andam todos finos