Tempo
|
A+ / A-

Cláusula de confidencialidade impede Jesus de falar sobre o Sporting

08 jun, 2018 - 14:53

Sobre a saída de Alvalade nem uma palavra. O treinador justifica a mudança para o Al Hilal com o desejo de continuar a trabalhar.

A+ / A-

Se Jorge Jesus falar sobre o Sporting irá ser penalizado, por quebrar uma cláusula de confidencialidade assinada no contrato de rescisão com os leões. O treinador revelou esta situação, esta sexta-feira, em Lisboa, num evento promovido pelo International Club of Portugal.

"O que posso dizer, neste momento, é que tenho uma cláusula de confidencialidade na minha rescisão e serei penalizado se fugir a esta cláusula", justificou o treinador como resposta às questões colocadas sobre o Sporting. "Não me posso alongar sobre o que aconteceu no Sporting", acrescentou.

Jesus tinha mais um ano de contrato com os leões, mas rescindiu contrato, sem qualquer contrapartida para ele ou para o clube. Assinou, entretanto, pelo Al Hilal, da Arábia Saudita, comandado pela "paixão".

"O que me move é o jogo, é a paixão. Foi por isso que dei o salto para a Arábia Saudita. Não conhece o clube, mas queria continuar a trabalhar", concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.