Tempo
|
A+ / A-

Bruno não esperou pela hora do "brunch". Marta Soares culpado e democracia preservada. Presidente não se demite

06 jun, 2018 - 14:23

Comunicação mais curta do que as anteriores, mas igualmente incisiva. Demissão, nem pensar. Bruno de Carvalho garante que não haverá assembleia destitutiva a 23 de junho.

A+ / A-

Bruno de Carvalho ao ataque torna-se observação pleonástica, mas também eufemística. O presidente do Sporting voltou a arrumar todos os assuntos com bigorna e começou por garantir que não haverá assembleia geral destitutiva a 23 de junho, na Altice Arena.

Bruno de Carvalho desafia os signatários, que se encontraram para um “brunch”, pontuou, a reunirem as assinaturas necessárias para, dentro da legalidade, marcarem a desejada assembleia.

“Querem assembleia geral destitutiva? Entreguem assinaturas, entreguem preceitos legais”, desafia, acusando Marta Soares de trair os sócios leoninos.

“Se [Marta Soares] tem 3500 assinaturas, o primeiro proponente que venha cá e se o documento cumprir os preceitos legais, marca-se a assembleia eleitoral. Sem drama nenhum. Se ele tem essas assinaturas, entregue-as. Ele traiu os sócios, porque os sócios, pelos vistos, entregaram-lhe assinaturas e ele não as apresentou”, acusou.

Aos sócios que se reuniram com Marta Soares e se apresentaram em conferência de imprensa para comunicar a marcação da assembleia geral destitutiva para 23 de junho, na Altice Arena, Bruno recomendou que “se resumam à sua insignificância de sócios”.

“Demissão? Mas está toda a gente maluca?”

Foi com o respeito pela democracia que Bruno de Carvalho respondeu aos sucessivos pedidos para que apresente a demissão.

“Mas está toda a gente maluca? Nós fomos eleitos pelos sócios e nós é que temos de nos demitir? Estamos a cumprir o nosso mandato, de forma legítima. Se os outros órgãos se demitiram, adeus. Não fomos nós que demitimos a Mesa e o Conselho Fiscal. Como se pode falar de democracia?”, questiona o presidente que teve 87% dos votos nas últimas eleições.

Bruno de Carvalho sugere aos sócios que se pronunciem a 17 de junho, na assembleia marcada pelo clube, e no dia 21 na assembleia eleitoral para os órgãos demissionários.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuel
    06 jun, 2018 Moura 18:58
    " Está toda a gente maluca " só ele é que não, francamente.
  • 06 jun, 2018 17:49
    E melhor nao acharem nada podem perder!
  • 06 jun, 2018 17:08
    Ze pedro o que um brunch?
  • João Lopes
    06 jun, 2018 Viseu 15:12
    Bruno de Carvalho não é digno de estar no Sporting...
  • zita
    06 jun, 2018 lisboa 14:33
    acho tudo isto profundamente lamentável! afinal os estatutos do SCP, estão tão bem feitos que dão para interpretar de acordo com o que dá jeito a cada órgão. Estranho!!!