|
A+ / A-

Novo máximo. Banca emprestou mais de dois milhões de euros no primeiro trimestre

08 mai, 2018 - 12:17

É preciso regressar ao primeiro trimestre de 2010 para encontrar números superiores aos dos primeiros três meses do ano.

A+ / A-

O Banco de Portugal anunciou esta terça-feira que os bancos disponibilizaram, nos primeiros três meses do ano, 2.186 milhões de euros em crédito habitação. Só em março foram 866 milhões, atingindo-se o valor mais elevado num mês desde julho de 2010.

Em termos homólogos, é preciso regressar ao primeiro trimestre de 2010 para ver os bancos a emprestar mais do que aquilo que emprestaram nestes três primeiros meses de 2018.

O crédito ao consumo também cresceu no primeiro trimestre, mas menos do que o crédito habitação. Foram concedidos pouco mais de mil milhões de euros em crédito ao consumo, o que representa um aumento de 11% em comparação com o mesmo período do ano anterior – um aumento que é cerca de metade do registado no crédito habitação.

A retoma económica e a melhoria das perspetivas económicas do país, a par da maior disponibilidade de financiamento, são apontadas pelos analistas como as principais razões para a maior disponibilidade para emprestar.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.