|

 Casos Ativos

 Internados

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Habitação. Proprietários contra proposta do PS

19 abr, 2018 - 23:00

Os socialistas admitem requisição de casas “injustificadamente devolutas ou abandonadas".

A+ / A-

A Associação Nacional de Proprietários (ANP) não concorda com qualquer ação de usurpação do património dos legítimos proprietários.

A ANP reage, assim, à proposta do PS, admitindo a possibilidade de requisição de casas “injustificadamente devolutas ou abandonadas".

Os proprietários lamentam que a sua associação não tenha sido consultada e deixam claro que discorda com qualquer ação que ponha em causa o património.

“É evidente que a nossa posição de princípio é sermos contra toda e qualquer espécie de usurpação do património dos proprietários. Nós, ao longo da história, já assistimos a outras espécies de apropriações dos bens dos legítimos proprietários”, disse o presidente da ANP, António Frias Marques.

O presidente da ANP acrescenta que a sua associação foi convidada para assistir à apresentação das novas políticas de habitação do Governo, na segunda-feira, e aí ouvirá "atentamente tudo aquilo que o Governo tenha para dizer”.

Posição diferente tem a Associação dos Inquilinos Lisbonenses. O presidente do organismo, Romão Lavadinho, defende que sem a revogação da lei das rendas o problema do mercado do arrendamento nunca se vai solucionar.

“Isto é insuficiente, se não se resolver o problema da lei das rendas. Enquanto essa lei não for alterada ou revogada, é muito difícil resolver qualquer problema. Tudo isto são paliativos - importantes, necessários, é certo, mas tem de se ir além disso".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Kimkas
    20 abr, 2018 Porto 10:50
    Projetos de governos ditatoriais, com tiques comunista e ladrão.