Tempo
|
A+ / A-

Parlamento vai aprovar “mudança de género” no Cartão de Cidadão aos 16 anos

30 mar, 2018 - 11:04

Com os votos a favor de PS, Bloco, Verdes e PAN e abstenção do PCP deverá estar garantida a passagem da lei.

A+ / A-

O Parlamento prepara-se para aprovar a mudança de género no cartão do cidadão aos 16 anos.

De acordo com o jornal “Expresso”, a proposta do Governo vai ser votada na próxima semana e conta desde já com o apoio do PS, Bloco de Esquerda, Os Verdes e PAN. O PCP abstém-se.

No caso do PSD, o grupo parlamentar terá liberdade de voto.

Caso seja aprovado, o diploma prevê a mudança de género no Cartão do Cidadão aos 16 anos, com a autorização dos pais e sem a necessidade de um relatório médico.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • andré
    02 abr, 2018 Portugal 16:00
    Espero que esta medida não seja como a do aborto em que todos pagam, quando quem deveria pagar seria quem quer fazer o aborto.
  • MASQUEGRACINHA
    31 mar, 2018 TERRADOMEIO 19:17
    Concordo. Se, com autorização dos pais (emancipada), uma pessoa pode casar aos 16 anos, porque não poderia assumir a sua verdadeira identidade sexual com a mesma idade?
  • Freitov
    30 mar, 2018 Sintra 17:27
    O maior avanço civilizacional depois do 25 abril! Afinal não serviu só para mudar o nome à ponte!