|
A+ / A-

Dados da criminalidade. Cabrita vê "evolução decisiva" para bem da economia

28 mar, 2018 - 13:24

Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2017 mostra descida da criminalidade violenta, mas crescimento da criminalidade em geral.

A+ / A-

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, defendeu, esta quarta-feira, que "a evolução na área da segurança interna é decisiva para a evolução da economia portuguesa".

Os dados do Relatório Anual de Segurança Interna (RASI) de 2017, conhecidos esta quarta-feira, mostram que há uma descida da criminalidade violenta, mas um crescimento da criminalidade geral.

Esta quarta-feira, no final da reunião do Conselho Superior de Segurança Interna a apresentação do relatório anual de segurança interna, Eduardo Cabrita sublinhou o primeiro número, destacando “a consolidação de uma tendência de redução” da criminalidade violenta e grave “que se vem verificando na última década”.

O RASI é entregue na quinta-feira à Assembleia da República.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.