Tempo
|
A+ / A-

Casos suspeitos de sarampo sobem para 117

19 mar, 2018 - 07:53

Nas últimas horas, surgiram mais duas suspeitas: em Coimbra e em Braga, ambos os casos relacionados com o surto que começou no Hospital de Santo António, no Porto.

A+ / A-

Veja também:


Subiu para 117 o número de casos suspeitos de sarampo em Portugal. A informação foi dada à Renascença esta segunda-feira de manhã pela diretora-geral de saúde.

Segundo Graça Freitas, “até domingo às 19h00” eram “117 os casos suspeitos”, ou seja, “pessoas com sintomas, mas que podem ser confirmados ou não”.

Quanto ao número de casos confirmados, a diretora-geral da saúde adianta à Renascença que “subiu ligeiramente”. Os últimos números conhecidos apontam para 36 no Porto.

“Sabemos estes dados, porque são os médicos que fazem o diagnóstico que notificam [os casos] numa plataforma nacional e depois o laboratório Ricardo Jorge também notifica nessa plataforma” se as suspeitas se confirmam, explica.

Os últimos casos suspeitos conhecidos surgiram em Coimbra e Braga e estão todos relacionados com o surto que começou no Hospital de Santo António, no Porto.

Por precaução, todos os profissionais de saúde do hospital de Braga vão ser vacinados contra o sarampo.

O próximo boletim informativo sobre o surto de sarampo que começou no hospital de Santo António, no Porto, vai ocorrer às 10h30.

Para se proteger contra o sarampo, a Direção-Geral da Saúde recomenda que:

  • Verifique o seu boletim de vacinas e, se necessário, vacine-se e vacine os seus;
  • Se tiver sintomas sugestivos de sarampo não se desloque e evite o contacto com outros; ligue para o SNS 24 (808 24 24 24);
  • Se esteve em contacto com um caso suspeito de sarampo e tem dúvidas ligue para o SNS 24 (808 24 24 24).

As autoridades de saúde lembram ainda que, em pessoas vacinadas, a doença pode, eventualmente, surgir com um quadro clínico mais ligeiro e menos contagioso.

O sarampo é uma das doenças infecciosas mais contagiosas, podendo provocar doença grave, principalmente em pessoas não vacinadas.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.